Banner Covid

COVID-19: DUVIDAS SOBRE A VACINAÇÃO DAS CRIANÇAS

Saúde
16/01/2022
Prefeitura Municipal de Dormentes


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) autorizou a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos no dia 16 de dezembro de 2021. O parecer levou em conta dados disponíveis sobre a eficácia e a segurança da vacina, que foram analisados por diferentes profissionais da área da saúde, contando com a participação de especialistas externos de diferentes sociedades médicas brasileiras.

Os primeiros a serem imunizados são os meninos e meninas com doenças neurológicas crônicas e com distúrbios do desenvolvimento neurológico, com prioridade para Síndrome de Down e autismo, seguindo a recomendação do Governo de Pernambuco.

QUAL É A VACINA?

Por enquanto, a única vacina disponível contra a covid-19 para crianças é a Pfizer-BioNTech. A análise da Anvisa concluiu que, quando administrada no esquema de duas doses em crianças de 5 a 11 anos de idade, o imunizante é seguro e eficaz na prevenção da covid-19 sintomática, na prevenção das forma grave e potencialmente fatal da doença.

É A MESMA VACINA QUE AS OUTRAS FAIXAS ETÁRIAS TOMARAM?

A vacina tem dosagem e composição diferentes daquela utilizada para os maiores de 12 anos. A formulação da vacina para crianças será aplicada em duas doses de 0,2 mL (equivalente a 10 microgramas). Para evitar confusões, o imunizante leva uma tampa laranja, diferente da versão para adultos, que tem um fecho azul. Além da formulação pediátrica ser diferente dos adultos, o intervalo de duas doses para completar o esquema vacinal será de dois meses.Para as crianças que completarem 12 anos entre a primeira e segunda dose, a recomendação da Anvisa é continuar com a dose pediátrica da Pfizer.

 

A VACINAÇÃO DAS CRIANÇAS É REALMENTE NECESSÁRIA?

Sim, pois 300 crianças entre cinco e 11 anos vieram a óbito em decorrência da COVID-19 no Brasil e pelo menos 1400 foram diagnosticadas com a Síndrome Inflamatória Multissistêmica. Sem falar, que essas crianças correm mais risco diante de novas variantes, como a Ômicron, que é altamente transmissível.

A VACINA TEM ALGUM EFEITO COLATERAL?

Os efeitos colaterais mais comuns das vacinas em crianças analisados tanto nos Estados Unidos quanto na Europa foram os mesmos dos adultos, como dor, vermelhidão e inchaço no local da injeção, cansaço, dor de cabeça, dores musculares e calafrios. Casos graves são bem raros. Já a eficácia do imunizante é de mais de 90%.

 


Voltar

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Comentários serão analisados antes de serem publicados. Os campos obrigatórios estão marcados com *

© 2022 Prefeitura Municipal de Dormentes - PE
Rua José Clementino Rodrigues Coelho, 60 - Centro - Cep: 56355-000 - Todos os Direitos Reservados Desenvolvimento