Banner Covid

A Cidade

HISTÓRIA DE DORMENTES

O território onde hoje se localiza o município de Dormentes pertencia à Fazenda São João, no século XVIII. No início do século XX, um dos proprietários de terras na região era Francisco Coelho de Macedo. O distrito foi criado pela lei municipal nº 11, de 6 de novembro de 1963, subordinado ao município de Petrolina. A emancipação ocorreu pela lei estadual nº 10625, de 01-1991, desmembrado de Petrolina. A instalação do município deu-se em 1 de janeiro de 1993.

A área territorial sofreu acréscimo com a criação dos seguintes distritos:

  • Distrito de Lagoas, criado pela lei municipal nº 46, 16 de maiode 1994.
  • Distrito de Lagoa de Fora, criado pela lei municipal nº 48, de 17 de agostode 1994.
  • Distrito de Monte Orebe, criado pela lei municipal nº 52, de 17 de agostode 1994.
  • Distrito de Caatinga Grande, criado pela lei municipal nº 53, de 17 de agostode 1994.
  • Distrito de Vila Nova, criado pela lei municipal nº xx, de 29 de Julho de 2016.

O nome do município origina-se de uma lenda local, segundo a qual havia um cavalo que vivia em terras do atual distrito de Santa Cruz que vivia fugindo para a beira de uma lagoa, onde permanecia deitado. O cavalo passou a ser chamado de dormente. A lagoa passou a ser assim denominada de dormente. Este nome passou ao povoado.

LIMITES:

Noroeste: Estado do Piauí Norte: Santa Filomena Nordeste: Santa Cruz
Oeste: Afrânio   Leste: Santa Cruz e Lagoa Grande
Sudoeste: Afrânio Sul: Petrolina Sudeste: Lagoa Grande

 

O município está situado nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio do Pontal. Seus principais tributários são os riachos: da Água Preta, da Caipora, São Domingos, da Roça, Amarante, do Poço Barreiro, Porto da Prensa, do Medubim, São Bento, Baixa das Aroeiras, das Lagoas, Baixa do Cal, do Dormente, da Melancia e Baixa de São Bento. Os principais corpos de acumulação são: o açude Monte Orebe (2.334.760 m cúbicos) e a Lagoa Grande. Todos os cursos d’ água no município têm regime de escoamento intermitente e o padrão de drenagem é o dendrítico

O clima do município é o clima semiárido, do tipo BSh. Os verões são quentes e úmidos, é neste período em que praticamente quase toda chuva do ano cai. Os invernos são mornos e secos, com a diminuição de chuvas; as mínimas podem chegar a 14 °C. As primaveras são muito quentes e secas, com temperaturas muito altas, que em que algumas ocasiões podem chegar a mais de 40 °C.

O município de Dormentes está situado na unidade geo-ambiental da Depressão Sertaneja, que predomina a imagem típica do sertão nordestino, superfície de pediplanação muito monótona, relevo predominantemente suave-ondulado, cortada por vales estreitos, com vertentes dissecadas. Elevações residuais, cristas e/ou outeiros pontuam a linha do horizonte.

Em relação aos solos, nos Patamares Compridos e Baixas Vertentes do relevo suave ondulado ocorrem os Planossolos, mal drenados, fertilidade natural m édia problemas de sais; Topos e Altas Vertentes, os solos Brunos não Cálcicos, rasos e fertilidade natural alta; Topos e Altas Vertentes do relevo ondulado ocorrem os Podzólicos, drenados e fertilidade natural média e as Elevações Residuais com os solos Litólicos, rasos, pedregosos e fertilidade natural média.

O município de Dormentes é constituído por superfície de pediplanação bastante monótona, relevo predominantemente suave-ondulado, cortada por vales estreitos, com vertentes dissecadas. Elevações residuais, cristas e/ou outeiros pontuam a linha do horizonte.

Segundo dados atuais do IBGE, Dormentes possui uma população de 18 692 habitantes, distribuídos numa área de 1.537,642 km², tendo assim, uma densidade demográfica de 12,00 hab/km².

BAIRROS

  • Barra do Noronha
  • Centro
  • Dedé Damasceno
  • Francisco Coelho de Macedo
  • Leonísio Lima
  • Loteamento Josias Elpídio Rodrigues
  • Loteamento Alto Vistoso
  • Loteamento Francisca Irene
  • Olimpio José Rodrigues

 

O poder executivo do município é exercido por Josimara Cavalcanti Rodrigues Yotsuya, do PTB. Josimara disputou a eleição de 2016 como vice-prefeita, tendo como titular Geomarco Coelho de Sousa. Com a morte do titular, em setembro de 2017, assumiu a gestão do município.

Apesar do comércio potente, a principal atividade econômica do município é a criação de caprinos e ovinos, o que deu a Dormentes o título de capital da caprinovinocultura. Conhecida em todo o estado por produzir os animais de carne com sabor sem igual, semanalmente é realizada uma gigantesca feira de animais que atrai compradores de várias cidades do Pernambuco, Piauí e Bahia.

Através dessa força, foi criada Caprishow, consolidada ano após ano como a maior feira de exposição de caprinos e ovinos do estado de Pernambuco, evento que é realizado todos os anos no mês de maio.

© 2021 Prefeitura Municipal de Dormentes - PE
Rua José Clementino Rodrigues Coelho, 60 - Centro - Cep: 56355-000 - Todos os Direitos Reservados Desenvolvimento